Alimentação Saudável

A crescente preocupação com o meio ambiente e com o sofrimento dos animais enquanto seres vivos e um maior interesse pela alimentação saudável são alguns dos factores que motivam milhares de pessoas em todo o Mundo a abandonar a alimentação tradicional para adoptarem novos hábitos alimentares.

Ao contrário da alimentação tradicional ocidental, que se baseia no consumo de produtos de origem animal e vegetal, o vegetarianismo elimina, completa ou parcialmente, alimentos de origem animal da alimentação.

 

Muitas pessoas estão num período de transição para o vegetarianismo e começam lentamente a reduzir o consumo de produtos de origem animal, como a carne vermelha, mas continuam a incluir, moderadamente, aves e peixe nas suas refeições. Podem ainda comer estes alimentos ocasionalmente, mas na maior parte das vezes optam por alimentos de origem vegetal.


Os vegetarianos são classificados mais detalhadamente consoante os alimentos que estão ou não dispostos a comer. Grande parte dos seguidores do vegetarianismo são ovo-lacto-vegetarianos, ou seja, a sua dieta exclui carnes, mesmo a criação (aves), o peixe e produtos do mar. No entanto, consomem leite e os seus derivados (queijo, iogurtes, manteiga, natas), bem como os ovos. Este grupo é o que representa a maior fracção dos actuais vegetarianos.

 

No caso dos vegetarianos puros, todos os produtos de origem animal são excluídos da alimentação, inclusive os lacticínios, os ovos, a gelatina e o mel.

Terão de obter as proteínas (habitualmente fornecidas pelos produtos animais) através da utilização de uma grande variedade de alimentos vegetais. São boas fontes de proteína vegetal os seguintes alimentos: derivados de soja texturizada ("granulado de soja"), o leite de soja; as leguminosas secas (feijão de qualquer tipo, grão-de-bico, lentilhas, favas); os cereais integrais e seus derivados (seitan); as sementes; e as oleaginosas (caju, noz, amêndoa, pinhão, etc.).

A Associação Americana de Dietistas (A.A.D.) reconhece que uma dieta vegetariana bem planificada (e devidamente suplementada, no caso da exclusão total dos produtos animais) não só satisfaz todas as necessidades do organismo como também pode diminuir o risco de determinadas doenças, como a obesidade, doenças do coração, hipertensão, nível de colesterol elevado no sangue, diabetes e alguns tipos de cancro.

 

por Dr.ª Florbela Mendes
www.florbelamendes.net

Sabia que?


yoga caparica

 

Fazemos Workshops de cozinha e alimentação saudável

Destinados a todos o que queiram saber mais sobre o valor nutritivo dos alimentos, ou simplesmente aprender a cozinhar novos pratos cheios de sabor, pois nós também somos o que comemos.

yoga caparica

 

Mirtilo

Conhecido como o rei dos antioxidantes e o fruto da juventude, o Mirtilo está no topo dos alimentos com maior teor de antioxidantes, ultrapassando as vantagens de outros vegetais como repolhos, espinafres e brócolos.

yoga caparica

 

Cuscuz

É um prato árabe originário do Magrebe (região do norte de África) que consiste num preparado de sêmola de cereais.

yoga caparica

 

Smoothies

É um batido de frutas que é misturado com verduras frescas como couve, acelga ou espinafre. com alto valor nutritivo.

 

o Yoga é um processo de

auto-conhecimento e

auto-discernimento